.me myself and i

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Pois que ando mesmo

. Pois que as meninas

. Não sei o que

. Help!!

. Mania de mãe

. Foi um fim-de-semana com ...

. Gostava de ter

. Tá-se bem!!!

. Bolas!!

. O tempo passa a correr

.tags

. todas as tags

.A relembrar

. 4 Meses

. A chegada da irmã

. Marta

. Mariana

.subscrever feeds

Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

Marta

A Marta nasceu no dia 6 de Janeiro. 37 Semanas de gestação que culminaram numa cesariana (a Mariana tb nasceu de cesariana portanto não sei o que é um parto normal) às 11h49 da manhã ao som de Albinoni na CUF Descobertas.

Posso dizer que foi um parto divertido. Mas vou andar 8 meses e qualquer coisa para trás no tempo para onde e como tudo começou.

No fim-de-semana da despedida de solteira da amiga R, em conversa de amigas dizia eu que no que dizia respeito a filhos ia ficar-me pela Mariana (nesta altura com dois anos e 2 meses) e que não iríamos ter mais filhos.

Pois que foi preciso dizer que não queria mais filhos para alguém nos pregar esta partida e ficarmos grávidos. A Marta não foi planeada mas é muito amada (sempre foi).

Quando fomos de férias em Maio já tinha a minha menina dentro de mim e não fazia ideia, nem sonhava… Bebeste tantas caipirinhas e deste tantos trambolhões nas nossas férias filhota…

O tempo passou e eu só tinha era fome... comia que me fartava (principalmente bolas de Berlim) e as minhas colegas começaram a achar estranho tanta fome (devia ter cuidado com a alimentação pois tinha acabado de fazer uma super dieta e estava super elegante) e na brincadeira diziam que estava grávida... mal sabíamos que era realidade. Comprei o teste com as minhas colegas no Continente do Vasco da Gama e fiz o teste à noite com o M. Nos minutinhos de espera para vermos o resultado o meu marido disse-me: - É melhor ires fumar o teu último cigarro!!! Porque vai dar positivo….
Ahhhhh e deu mesmo… grávidos. Não sabia se devia ficar triste ou contente. Pensei em tudo nessa noite, especialmente na mudança que este bebé iria trazer á nossa vida.

E foi assim… A gravidez decorreu normalmente. Não tive enjoos e a partir dos cinco meses o meu médico disse-nos que existia a possibilidade da Marta nascer mais cedo pois já tinha a placenta envelhecida mas que iríamos tentar “aguentar” até às 37 semanas para não ser um bebé prematuro.

O mês de Dezembro foi complicado. Sentia-me muito cansada, não dormia e tinha muita azia (a toda a hora). Todas as semanas íamos ver como a Marta estava a crescer e a data do parto dependia do crescimento do bebé.

No dia 6 de Janeiro nasceu a nossa segunda filhota… muito parecida com a mana mais velha, com 2355 gr, 46 cm de gente mas muito saudável. Linda.
publicado por asminhaspipoquinhas às 15:24
link do post | quero um mimito | favorito